Entenda a importância das eleições municipais em 2020

Imagem
Mesmo com a Pandemia de coronavírus e todas as suas conseqüências, teremos em novembro as eleições municipais, que irão eleger prefeitos e vereadores nas cidades do Brasil. Devido à crise sanitária, a votação foi adiada de outubro para novembro: o primeiro turno será no dia 15 e o segundo turno ocorrerá no dia 29.Mesmo com todas as restrições impostas pela crise da doença, é importante ter a eleição neste ano. Basta lembrar que os Estados Unidos da América também mantiveram as eleições para a presidência em 2020.O voto é muito importante em nosso contexto político, ainda que tenhamos que discutir, de maneira urgente, a Democracia Representativa que temos hoje. Da maneira como ela funciona, grande parte da população acaba sendo excluída das decisões políticas e somente participa do processo político nas eleições, a cada dois anos. É necessário compreender, no entanto, que política é algo muito maior que votação. Temos visto nos últimos anos várias novas formas de participação política,…

Empresa de vaga online vai perguntar a cor da pele do candidato a emprego


                                                             Escritório, Pessoas, Acusado, Acusando

                                                 
              


 Quem procura emprego ou quem contrata pode usar as redes sociais Linkedin e até mesmo o Facebook (futuramente será postado um artigo sobre essas possibilidades) para realizar essas ações. Temos no entanto, uma forma “mais antiga” que vem apresentando novas variações adequadas ao nosso contexto social.

Na coluna “Painel S.A.” publicada em 23 de Agosto de 2019 na Folha de São Paulo, a jornalista Joana Cunha informa sobre uma decisão bastante polêmica da “Vagas.com”. A empresa, que tem seu modelo de negócio baseado no recebimento de currículos para candidatos a emprego e envio dos mesmos de forma online às empresas que farão as seleções dos candidatos, passará a pedir informações sobre a cor e a raça dos profissionais cadastrados em seu serviço.

A ação, segundo a empresa, está alinhada às ações afirmativas(atos ou medidas especiais e temporárias, tomadas ou determinadas pelo Estado de forma espontânea ou compulsória, com os objetivos de eliminar desigualdades historicamente acumuladas, garantir a igualdade de oportunidades e tratamento, compensar perdas provocadas pela discriminação e marginalização decorrentes de motivos raciais, étnicos, religiosos, de gênero e outros) e tem a intenção de inserir no mercado de trabalho negros e pardos, que têm mais dificuldades de conseguir emprego. Para que isso ocorra de forma efetiva e não tenha efeito contrário, só teriam acesso às informações as empresas com programas para aumentar a contratação de negros e pardos. Ainda segundo a Vagas.com, o projeto recebeu autorização do Ministério Público do Trabalho do Rio de Janeiro e ganhou apoio do Instituto Identidades do Brasil, que promove a igualdade racial. A organização teria, inclusive, participado do projeto, contribuindo para a elaboração de perguntas respeitosas, a serem feitas aos candidatos.

Paula Sato, executiva da Vagas.com disse que anteriormente a empresa havia tentado o caminho do “currículo às cegas” que usa a estratégia do currículo não conter informações até então entendidas como básicas como nome, idade, endereço, buscando com isso, reduzir possíveis influências de preconceitos inconscientes nas decisões dos avaliadores mas, essas opções também poderiam gerar exclusão. Assim, optaram por uma ação que acreditam ter maior potencial de inclusão que é a informação inicial e clara da cor da pele do candidato.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

As Pandemias mudando radicalmente a história da humanidade

Qual tecnologia é mais importante: a internet ou o domínio do fogo? Uma pergunta para pensar

A perigosa aceleração da EAD no Ensino Fundamental