Postagens

Mostrando postagens de Dezembro 22, 2019

Limites e possibilidades da produção acadêmica em Educação chegar à sala de aula

Imagem
Debater sobre limites e possibilidades da produção acadêmica em educação tem se tornado, a cada dia, missão das mais difíceis (e tudo indica que se tornará ainda mais), não somente no âmbito profissional, mas, também, nos ambientes de convívio sociais e familiares, devido ao contexto político atual, de flagrante ataque aos aparelhos de ensino, pesquisa, ciência e, enfim, de produção do conhecimento em nosso país.
Ao longo da história humana os homens, desde a Pré História, produziram e transmitiram conhecimentos práticos sobre o cotidiano, que diziam respeito à manutenção e à reprodução da vida. Assim, aprender era necessidade para continuar sobrevivendo. Ou seja, estava implícita a necessidade de produzir e repassar o conhecimento para garantir a sobrevivência da espécie. Milênios depois a ciência começa a ser constituída como novo campo do conhecimento. Estudos e pesquisas são expandidos, novos conhecimentos são produzidos e é iniciado o processo de estudar e analisar a própria produ…

Black Mirror: a obra de ficção mais real já feita até hoje- a relação do homem com a tecnologia.

Imagem
Hoje vamos falar sobre um produto televisivo que tem enorme potencial de levantar a discussão de tecnologia/sociedade.
Black Mirror é uma série exibida pela Netflix, serviço de streaming (possível pelo avanço das tecnologias digitais), criada em 2011, no Reino Unido, tendo produzido, até hoje, 05 temporadas e um filme longa metragem. No site oficial da exibidora, é apresentada da seguinte maneira:
Black Mirror 2011 16  05 temporadas Séries dramáticas Esta série antológica de ficção científica explora um futuro próximo onde a natureza humana e a tecnologia de ponta entram em um perigoso conflito. Criação: Charlie Brooker
É perfeita a classificação de DRAMA para a série, devido às inúmeras situações dramáticas vividas pelos personagens ao longo dos episódios, que não têm continuação assim, não necessitam ser vistos em sequência, O anúncio informa que a história explora um futuro próximo. Engana-se, porém, quem espera personagens, cenários e figurinos futuristas pois os mesmos são comuns a nos…